Por Min. Elaine Oliveira

Hoje é dia de celebrar o chamado especial e vitalício recebido de Deus: ser mãe. Sim, é para a vida toda o experimentar emoções e desafios, compensados pelo amor imensurável que nasce quando Deus nos chama para gerar a vida e trazê-la para a luz. “Meu coração se enche de alegria ao escutar um coraçãozinho batendo dentro de mim” (Fabiane Zillmer).

Sinto uma alegria profunda ao lembrar do calor do rosto da minha filha Izabeli quando ela nasceu. Ali me encontrei com a vida. Fiquei a procurar os sinais que mostravam as singularidades com que Deus a fez e encontrei duas pintinhas em sua nuca. Ensinei para ela que, em qualquer momento, eu a encontraria por aqueles sinais.

Creio que Deus assim nos olha quando nascemos em Cristo. Deus nos encontra pelos sinais e marcas da nossa vida. Acolhe-nos e cuida-nos incondicionalmente. “A maternidade é o chamado de exercer o dom da doação e do amor intenso. Meus filhos me dão vigor e fazem eu me sentir a mulher mais linda e amada todos os dias” (Thaís de Lara, mãe dos pequenos Felipe e Laryssa).

Eles crescem. Ficamos apreensivas se ficarão bem, se farão as melhores escolhas, se estarão na presença de Deus, se darão conta sem nós. “Ninguém nasce preparada para ser mãe de jovem. Uma experiência única e incomparável. Privilégio de Deus. Experiência de amor incondicional. De fato você aprende que, conforme seu filho cresce, escolherá, conscientemente ou não, imitar suas condutas, e isso poderá até mesmo te fazer consciente de alguns comportamentos que não sabia que tinha” (Valdeni Falvo, mãe dos jovens Rafael e Gabriel).

Um desafio que, ao passar dos anos, traz a “sobremesa da vida”, como afirma Hedy Silvado, mãe do Fernando, da Eloisa e do Breno, e avó do Matheus e do David: “ser mãe é ter um privilégio com uma imensa responsabilidade, ser avó é ter menos responsabilidade, mas é um imenso privilégio e prazer”.

E ainda como não se referir às mães do coração? Aquelas que não doaram seu ventre, mas entregaram todo seu amor para a construção de uma maternidade com a mesma intensidade. “Uma oportunidade de ser bênção na vida das minhas filhas e dar a elas a oportunidade de escreverem a sua história baseada em amor, valores e princípios bíblicos” (Marina Cassapian, mãe de Stéphane e Maria Vitória).

Todas nós rendemos ações de graças por este privilégio!

ENDEREÇO

R. Amazonas de Souza

Azevedo, 134 Bacacheri,

82520-620, Curitiba - PR

 

Telefone: (41) 3363-0327

assine nossa newsletter