O Evangelho nos traz uma mensagem de restauração. Só quando experimentamos a profundidade do amor que excede  todo entendimento, podemos encontrar a plenitude de Deus para as nossas vidas. O amor é dom divino para todos e  podemos conhecê-lo através de relacionamentos, compartilhando vidas.

O Celebrando a Restauração é um convite a descobrir uma nova maneira de viver, como fruto desse compartilhar do amor. Deus usa pessoas para nos tocar e assim, no processo de compartilhar, vamos vivendo a verdadeira restauração. Nos encontros temos a oportunidade de conhecer histórias de pessoas que têm vencido traumas, vícios e comportamentos destrutivos. Mas, antes de tudo, experiências de cristãos que entenderam que todos precisam buscar a vida plena que Cristo  em para nós. (Participe conosco: segunda-feira, 19h.)

Também podemos tocar outras pessoas quando decidimos viver relacionamentos intencionais, como Jesus nos ensinou. Ele sempre estava disposto a tocar a vida das pessoas. Assim como Cristo, a frase “o que queres que lhe faça” precisa fazer parte das nossas ações.

Vivemos Relacionamentos Discipuladores quando decidimos ter intencionalidade em nossos relacionamentos, como Jesus nos ensinou. Em Pequenos Grupos também podemos experimentar acolhimento e cuidado. compartilhamos a Palavra, as nossas experiências e necessidades e oramos uns pelos outros. O cuidado começa desde pequeno. As crianças também têm oportunidade de compartilhar em um Pequeno Grupo Infantil (PGMI) ministrado para a sua idade.

Através dos relacionamentos e dos encontros dos Pequenos Grupos, alcançamos pessoas que vêm carregadas de histórias,  arcas e traumas, machucadas espiritualmente e emocionalmente. O amor de Deus é capaz de promover mudanças e recomeços!

Somos auxiliados para servir e cuidar de pessoas em suas necessidades, através da Rede de Cuidado: Aconselhamento pastoral; Aconselhamento nos cultos; Policlínica – especialistas na área da saúde; Apoio a famílias enlutadas!

Poder recomeçar, independente do nosso histórico, é um privilégio do qual jamais devemos abrir mão. Voltar a sonhar é uma oportunidade para hoje.