Como de costume, Jesus foi para o monte das Oliveiras, e os seus discípulos o seguiram. Lucas 22:39

Por vezes escuto de irmãos que vão subir a um monte para orar, e quando o falam, o falam literalmente. Quando Jesus subiu ao monte para orar, não creio que ele estava delimitando um local físico para uma melhor proximidade de Deus, e sim, uma prática de busca de tranquilidade em meio à agitação, que já existia, inclusive, 2000 anos atrás.

Nos dias atuais, tranquilidade tem sido um bem raro e valioso, o que nos faz pensar como a agitação do dia a dia tem prejudicado nossa vida de oração. Deus também está próximo em meio ao agito, mas se faz necessário buscar momentos de tranquilidade no nosso dia para orarmos ao Senhor. O agito nos faz agir. A tranquilidade nos faz ouvir. O agito nos faz tomar decisões. A tranquilidade nos faz refletir sobre elas. Faça o seu monte na sua casa, no seu carro, quem sabe no ônibus no caminho do trabalho. É essencial que no correr do dia, que você tenha um momento como o de Jesus, de tranquilidade para orar, onde o Deus do monte descerá até você e falará em meio à quietude, ainda que essa quietude esteja rodeada por agitação.

Alysson Diógenes

Membro da IBB