Que privilégio experimentar a paternidade em todos os níveis! Seja sendo pai ou mesmo tendo um. Muitos de nós carregamos marcas da paternidade, sejam boas ou não. Da mesma forma, deixamos marcas nas vidas de nossos filhos. Mas creio que um dos grandes desafios de experimentar a aventura de ser pai está nas tomadas de decisões.

Quando me lembro de Abraão e Isaque, filho amado dado por Deus, já em idade avançada de seus pais e que se torna um filho grandemente especial e querido. Um sonho realizado na vida dos pais. Um presente em um momento em que quase não se havia esperança, por conta da idade avançada de seus pais.

No Capitulo 22 do livro de Gênesis, o texto sagrado narra um grande desafio da vida de Abraão. Em um momento em que ele estava amando, cuidando e aproveitando o filho tão esperado e dado por Deus, ele é colocado à prova pelo Senhor quando lhe é pedido que entregasse aquilo que ele estava dando maior importância em sua vida, o próprio filho.

“Então disse Deus: “Tome seu filho, seu único filho, Isaque, a quem você ama, e vá para a região de Moriá. Sacrifique-o ali como holocausto num dos montes que lhe indicarei”. Genesis 22. 2

Ao mesmo tempo que o Senhor estava provando a fé de Abraão, havia um filho que estava observando toda aquela experiência de seu pai. E como o pai agia nos momentos em que precisava tomar decisões. Mesmo diante de uma difícil decisão, Abraão escolheu crer que o Senhor agiria da melhor forma e por ter confiado, o Senhor o honrou e lhe providenciou o escape diante daquela situação.

A postura de Abraão influenciou grandemente as atitudes do filho diante de Deus. Naquele momento Isaque viu o grande temor que existia na vida de seu pai. Pois Isaque foi o sucessor de Abraão na promessa dada por Deus, que os faria um grande povo. O POVO DE DEUS!

Na jornada da paternidade, nossas decisões trarão marcas nas vidas de nossos filhos, da mesma forma que carregamos marcas em nossa história deixada por nossos pais. À medida que permitimos que Deus, nosso PAI celeste conduza nossas decisões segundo a vontade Dele, construiremos marcas abençoadoras na vida de nossos filhos.

Não perca a oportunidade ainda hoje de deixar mais uma marca na vida de seu filho, estou falando da marca do AMOR. Abrace seu filho e diga o quanto você o ama.

Parabéns Pai pelo seu dia.

 

 

Ser pai…..

Por David Egdoberto da Silva

Vejo a paternidade como a oportunidade única e preciosa do homem ser profundamente marcante na vida e história de outra pessoa.

A Melissa ao nascer ouviu as primeiras palavras ditas por seu pai: bênçãos e oração. Nos dias seguintes em que esteve hospitalizada, com a mamãe distante, ela ouvia a fala alegre, constante e solitária do seu pai que sabia a importância daqueles curtos momentos, era o único vínculo de família naquele ambiente. Ao chegar em casa, a filha pequenina e frágil despertou nele o reconhecimento de que amar é uma decisão: Vou amar você! A partir disso os corações e mentes são forjados em amor, relacionamento e aprendizado mútuo.

O compromisso de educar fez o pai transformar a cantiga de ninar tradicional em uma nova versão: “Nana neném, Jesus é o Senhor, Deus nosso pai, nosso criador”. Os frutos disso apareceram na filha durante as brincadeiras com bonecas, quando reproduziu a canção um ano depois de deixar de ouvi-la.

Desde cedo, o pai clama por misericórdia e graça sobre a filha para que ela declare Cristo Jesus, como Senhor e Salvador. Dedica orações para que seja preparado um homem digno e temente ao Senhor. Que se amem e casem. Que tenham filhos e netos crentes na Palavra. E assim, lhe conceda a benção maior de louvar e glorificar em família, junto com a descendência.

Hoje, aos três anos de idade, a menina espontânea expressa “eu te amo”. Diz que o pai é seu herói. Corrigida de imediato: Jesus é o herói. Ela persiste no entendimento. Vamos ver de outra forma, Jesus é o super-herói do pai David, da mãe Paola e da Melissa. Assim aceita alegremente, o coração já reconhece Jesus como o criador de todas as coisas. Também afirma que o pai é seu amigo. Tudo bem, vamos direcionar: “Pai é mais do que amigo, pai neste mundo só tem um, eu”.

Nessa semana que antecede a comemoração no domingo dos pais, a escola cristã promove arte e ensina canções de amor. A querida filha é incentivada a expressar diariamente o afeto e a gratidão ao pai em casa.É pura alegria ao acolher nos braços a maior responsabilidade concedida pelo Senhor.

Sejamos homens firmes e constantes. A paternidade nos permite enormes oportunidades de aprendizado, crescimento e transformação. Para sempre viveremos nos corações e memórias dos nossos filhos. Vamos juntos fortalecer as famílias através da descendência, assim construiremos uma Nação que agrada ao Senhor.

Feliz dia dos pais!!

 

Um pai extraordinário…

“Ele brinca comigo, me ajuda, ele dirige o carro! Às vezes, ele até briga comigo porque faço umas coisas erradas, mas isso não importa. Eu amo muito ele!” (Isabela Stankevicz Corrêa, 5 anos)

 “Quando se trata do meu pai é difícil não pensar em um homem humilde, íntegro, honesto, responsável, excelente em tudo o que faz! Competente e trabalhador! Quando se trata do meu pai, meu coração se alegra e se orgulha por tudo que ele é, tudo que faz e já fez pela nossa família!” (Ana Letícia Lacerda, 17 anos)

“Obrigado por se doar por mim e mostrar que aquele famoso versículo é verdade: é melhor dar do que receber!” (Carlos Daniel Gerke, 25 anos)

 Meu pai é o maior presente que recebi de Deus. (Carlos Marques, 27 anos)

Durante toda minha vida sempre esteve presente e me deu força nos momentos mais difíceis. Como marca registrada sempre falou de Jesus pra todas as pessoas e me ensinou a dar valor aos estudos sempre exigindo o melhor de mim. (Michelle Schulz Newton 39 anos)

 “Pai… pequena palavra, mas grande em seu valor. Meu amigo, protetor e conselheiro. (Oberlam Lemes, 42 anos )