O pastor L. Roberto Silvado foi agraciado com a medalha Coronel Sarmento, em solenidade realizada no gabinete da Comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, na última segunda-feira (30). A medalha é a mais alta condecoração da PMPR e é conferida anualmente aos que mais se destacaram em favor da segurança pública, atuando para promover mais paz e tranquilidade à sociedade.

Com toda a família presente na solenidade, o pastor L. Roberto Silvado recebeu a medalha através da Comandante–geral, Coronel Audilene Rosa de Paula. Para o pastor, a homenagem é motivo de louvor e gratidão a Deus.

“Quero agradecer a Deus pela honra de receber da Polícia Militar do Paraná uma medalha que tem um significado imenso para esta corporação. Agradeço pela cerimônia que tivemos com toda a minha família presente e por este reconhecimento da comunidade do Paraná. É algo incrível na minha vida, neste momento que também estou completando 30 anos de ministério à frente da Igreja Batista do Bacacheri. Deus é incrível e surpreende aqueles que O servem de tantas maneiras diferentes. Eu louvo ao Senhor por poder servi-lo em Curitiba e no Paraná. Agradeço a todos também que tornaram possível receber esta honraria, através da medalha Coronel Sarmento”, explica o pastor.

O Coronel Éveron César Puchetti explica que são dignos desta honraria os cidadãos que se destacam na sociedade com posturas de defesa da vida, estímulo ao respeito à lei e as instituições, e liderança na sociedade para que ações de respeito e solidariedade se multipliquem entre os cidadãos. “A vida ministerial e pessoal do Pr. Silvado é absolutamente compatível com os fundamentos das atividades da PMPR”, afirma o Coronel.

O Promotor de Justiça Militar Alexandre de Carvalho também se pronunciou à respeito da homenagem. “Medalha Militar para um líder espiritual: encontro proposital da segurança do homem com a proteção de Deus! Até no detalhe da presença dos netos, filhos, genro e nora, Deus cuidou, de modo especial, para honrá-lo pela sua fidelidade e devoção pastoral”.

A medalha Coronel Sarmento foi instituída pela Lei Estadual n°5.798, de 24 de junho de 1968. O Coronel Joaquim Antônio de Moraes Sarmento foi reconhecido patrono da Polícia Militar do Paraná por ter dedicado sua vida à corporação e pela luta na “Campanha do Contestado”, em 1912. Ele é um dos personagens mais emblemáticos da história do Paraná, principalmente nos momentos de conflitos.