Por Pr. André Tavares

Durante este Carnaval mais de 230 jovens da Juventude Cross, da Igreja Batista do Bacacheri, foram para a cidade de Ivaiporã, no interior do Estado, com um objetivo muito claro: compartilhar Jesus com quem eles encontrassem, usando das mais diversas formas para ajudar na revitalização da Igreja Batista naquela cidade. Foi com esse senso de missão (levar o amor de Deus pelas pessoas) que estes adolescentes e jovens deixaram de viajar com as suas famílias neste feriado e abriram mão de suas camas, enfrentando uma hospedagem difícil, com banhos frios, poucas horas de sono, e ainda pagando por isso.

Creio que nos dias de hoje precisamos de cristãos com senso de missão em suas vidas, e não de bem estar. Em um artigo da Forbes, uma consultora de negócios chamada Liz Ryan, argumenta que as empresas não devem estar obcecadas por ter “funcionários felizes”. Ao invés disso, ela aponta que os patrões devem focar em ajudar os funcionários a se conectarem com uma missão maior. Ela compartilha o seguinte exemplo de uma pessoa que é dirigida por um senso de missão: imagine alguém completamente imerso no seu trabalho. Usaremos o maior fabricante de violino do mundo como nosso exemplo. Não sei quem faz os melhores violinos do mundo, mas imaginemos que é um fabricante de violino italiano chamado Franco, e que Franco tem um estúdio onde 15 ou 20 aprendizes de violino e um violinista de carreira trabalham ao seu lado fazendo os violinos mais requisitados no mundo.

Franco é feliz? Nem sempre. Ele está cansado, às vezes frustrado, confuso, chega à exaustão no trabalho. Ele e o seu trabalho são um do outro. Ninguém diria sobre Franco ou sobre Caos seus funcionários que “eles estão felizes”. Ao invés disso, as pessoas na cidade de Franco diriam: “Esses caras vivem e respiram violinos, e as pessoas ao redor do mundo se regozijam quando os recebem”. Esse espírito de missão na vida de um discípulo de Cristo é fundamental para que ele entenda o seu próprio chamado: fazer discípulos, que façam outros discípulos.

Que nesta única vida que temos, possamos buscar, não o que o mundo nos inspira a buscar, que é o bem estar, mas que busquemos o que a Palavra de Deus nos inspira a buscar, um senso de missão. Algo que nos leve ao centro da vontade de Deus e desta forma entenderemos o nosso propósito e viveremos a boa, perfeita e agradável vontade de Deus para as nossas vidas.

E você, tem senso de missão?

ENDEREÇO

R. Amazonas de Souza

Azevedo, 134 Bacacheri,

82520-620, Curitiba - PR

 

Telefone: (41) 3363-0327

assine nossa newsletter