Por André Tavares
Soli Deo Glória – Glória somente a Deus

O Salmo 104.1 diz o seguinte: “Bendiga o Senhor a minha alma! Ó Senhor, meu Deus, tu és tão grandioso! Estás vestido de majestade e esplendor!”

Quando conseguimos imaginar a grandiosidade, a majestade e o esplendor de Deus, é fato que não podemos deixar de adorá-lo.

Na história da humanidade contada na Bíblia é comum ver Deus sempre se expressando ao homem. Quando olhamos a palavra “glória”, no Velho Testamento, descobrimos o significado como sendo: A “glória de Yahweh”. É muito comum ver no Velho Testamento a expressão de Sua presença através de raios, trovões ou eventos da natureza.

Tudo isso é revelado nas Escrituras para mostrar o ser de Deus! Já no Novo Testamento, a tradução mais seguida vem da Septuaginta, com o sentido de “Doxa”. Muitos teólogos entendem essa glória de Deus sendo revelada na pessoa e na obra de Jesus Cristo.

Em um determinado seriado de TV americano, um dos personagens é um indiano que há muito tempo vive nos Estados Unidos. Em um dos episódios apresentados, este jovem luta com a ideia de casar-se de forma arranjada, algo muito comum na sua cultura. Em seu país natal os casamentos são arranjados pelos pais, mas por estar vivendo na América por muito tempo, ele está em dúvida em relação a este casamento, principalmente porque nunca viu a futura esposa. Mesmo assim, quando ela chega ao aeroporto, ali está ele, cumprindo com esta obrigação. Ele carrega aquele olhar de dúvida, flores nas mãos e respiração ofegante, mas quando aparece no terminal de desembarque e ele a vê, tudo muda. Ela era tão bonita que toda a dúvida vai embora; aquilo que era obrigação, se torna prazer. A pergunta que paira no ar é: O que mudou? Ele a viu!

Muitas vezes, servimos a Deus da mesma forma, pela obrigação. O ser humano se força a ir à igreja, se força para servir aos outros, e o coração muitas vezes não acompanha o ato. Parecido com aquele jovem no aeroporto, antes de ver a futura esposa, o homem sabe que deve, mas é um peso e uma obrigação.

O que pode mudar isto? O ato de ver a Deus!

Quando enxergamos quem Deus verdadeiramente é, tudo muda. Quando vemos, mesmo que seja por pouco, a Sua glória, somos transformados. A obrigação é transformada em prazer e desejo profundo de adoração. Quando somos tocados pelo Seu amor, pelo desejo de servir ao próximo, de ir à igreja ou de realizar qualquer outra ação, tudo se torna um prazer. Você tem visto a glória de Deus?