Por Anelise Blos Sucasas

Quando criança sofri bullying, por conta da minha pele e cabelos. Meus parentes eram alcoólatras, e as brigas eram frequentes. Na adolescência fui molestada fisicamente por um homem. Casei-me muito jovem e meu ex-marido teve relacionamentos extraconjugais e engravidou minha empregada.Eu não confiava em ninguém nem acreditava nos homens.

Era Professora Universitária e Estadual, ocupei cargos de gerência e cursei Mestrado. Trabalhava e estudava para esquecer o passado”, pois não conseguia perdoar as pessoas que me causaram sofrimento. Tive depressão e tentei o suicídio. Tive fibromialgia crônica e febre reumática.

Descobri que estava com metástases de melanoma, câncer incurável para a medicina. Elas estavam espalhadas por todo o meu corpo, atingiram todo o mediastino, pulmões, mamas, baço, axila, inguinais, abdômen, reto, etc. Tinha no máximo três dias de vida, depois morreria sufocada. Fiz a cirurgia no mediastino e nos pulmões. Entrei em coma, andei em um túnel com muita luz e vi um lindo jardim. Acordei do coma. Fiz quimioterapia, radioterapia, usei interferon.

Passei por mais de 100 pequenas cirurgias e 11 grandes para retirar as metástases do câncer mas nada me curava. Quase sem vida, sem falar, andar e respirar, meu oncologista disse que não havia mais nada a ser feito, quis me sedar para morrer mais confortável no hospital, mas eu escolhi morrer em casa. Uma mulher e suas amigas me levaram carregada para um pequeno grupo de mulheres e para a igreja. Entreguei minha vida a Jesus e me batizei. Comecei a ler e a estudar a Bíblia e acabei cursando Teologia.

Jesus curou meu coração ferido e meu corpo. Casei com o Marcelo e descobri que ele era desviado dos caminhos de Deus,  que gerou brigas. Pensei em divorciar-me, mas decidi orar, confiar na Palavra de Deus e ter fé. O Senhor o transformou num homem de Deus! Engravidei e os médicos sugeriram abortar, acreditavam que as metástases voltariam e o bebê seria prejudicado. Não concordei com isso, afirmei que Jesus havia me curado e eu iria gerar, amamentar, brincar e amar meu filho.

Eu morava em Concórdia (SC), e os médicos alegavam falta de estrutura no hospital para a cesariana, contudo, não queriam comprometer-se com minha possível morte e a do bebê. Recorri a mais de 10 médicos em Chapecó, especialistas em órgãos que eu não tinha mais, que acompanharam minha gestação. O Davi nasceu com saúde e é perfeito. Minha família serve a Deus! Minha missão é falar que milagres acontecem, “Pois nada é impossível para Deus” (Lucas 1:37) e glorificar a Deus “Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós, a Ele seja a glória na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre! Amém!” (Efésios 3:20-21).

ENDEREÇO

R. Amazonas de Souza

Azevedo, 134 Bacacheri,

82520-620, Curitiba - PR

 

Telefone: (41) 3363-0327

assine nossa newsletter