Por Pr. Marcio Tunala

No Evangelho de Marcos, capítulo cinco, temos um texto abençoador que conta a história de uma mulher que, embora não saibamos o nome dela, sabemos que é uma MULHER DE FÉ, marcada pela dor e sofrimento. Ela tinha uma doença incurável para a época e ainda tinha o preconceito religioso que a considerava impura. Mesmo assim, aquela Mulher de Fé foi persistente até alcançar a bênção.

Com esta história podemos aprender algumas atitudes que demonstram fé. A ousada mulher seguiu a Jesus e tocou em Suas vestes, experimentando um milagre extraordinário.

O texto nos relata que em meio à multidão que seguia Jesus, ela persistiu com um objetivo muito claro. Cada um estava ali por um motivo pessoal; a multidão era tomada por interesses diversos. Mas no meio daquela multidão havia alguém com uma fé diferenciada. Ela seguia a Jesus com propósito claro, mas um coração diferente. Ela seguia a Jesus motivada por sua fé. Não tinha forças, mas tinha uma fé corajosa.

Sua determinação e coragem eram sublimes a ponto de atingir o coração de Deus. Imagino que a dor daquela mulher já havia chegado ao limite. Conforme o relato nos revela, há doze anos ela sofria com aquela enfermidade e já havia gasto tudo o que tinha com medicamentos e tratamentos de saúde sem resultados. Grande era sua frustração. Mas ao ouvir sobre Jesus, um raio de esperança brilhou em seu coração e ela buscou forças para chegar até o Mestre, mesmo tendo que avançar em meio a uma multidão.

De todas as pessoas que seguiram Jesus, esta foi o maior exemplo de superação e fé. Ela se arrastou mesmo antes de ser curada. Como você tem buscado a Jesus? Talvez você já tenha ouvido falar de Jesus que salva, cura e liberta, mas precisa seguir ao Senhor verdadeiramente e experimentar Seu poder restaurador. Um milagre deve acontecer primeiro no coração do que crê.

Aquela mulher declarou exatamente o que acreditava enquanto se arrastava aos pés de Jesus. A possibilidade de cura era a maior necessidade que tinha. Então teve a ideia proveniente da fé de tocar em Jesus. Parecia algo inatingível, difícil e distante; cheio de obstáculos pelo caminho. Mas era a parte dela nesse milagre. Jesus havia ensinado: “que, qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito.”.

Você consegue imaginar que mesmo diante de muitos milagres registrados na Bíblia deve ter tido cegos, paralíticos ou leprosos que não acreditaram e não ousaram ir até Jesus? Esta mulher foi persistente e corajosa. Sua alegria foi ouvir Jesus perguntando: ‘quem me tocou?’ e então teve que declarar novamente sua fé “contando-lhe toda a verdade”, ou seja, que O seguiu e O tocou pela fé.

Essa declaração rendeu-lhe não somente a cura do corpo, mas a salvação da alma, por que Jesus lhe disse “Filha, a tua fé te salvou; vai em paz, e sê curada deste teu mal”. Nunca declare suas dificuldades ou obstáculos, declare sua fé enquanto segue em direção a Jesus. O que você está precisando? Declare e creia que você alcançará!

A fé manda agir. Crer é uma ação, não apenas uma vontade. Muitas pessoas sonham com coisas que poderiam acontecer em suas vidas, mas não têm atitude. Aquela mulher demonstrou sua fé firme; ela provou do poder sobrenatural de Deus. Uma ação prática de sua fé provoca uma reação milagrosa da parte de Deus.

Todas as marcas, cicatrizes e dores foram embora e uma alegria incontida encheu aquela mulher que antes era marcada por sofrimento e lágrimas. Ela de repente foi tomada por uma alegria incomparável causada por uma libertação física e espiritual.

Aprendemos muito com esta passagem bíblica, uma bela história de fé verdadeira. Uma mulher que não olhou para as barreiras à sua frente, mas sim para a possibilidade de cura. Jesus era a única possibilidade para ela, e ao alcançar Jesus ela alcançou a tão esperada vitória sobre a enfermidade.

“Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa àqueles que o buscam”. Hebreus 11.6.