Por Marcio Tunala

Existem no Novo Testamento inúmeras passagens que nos ensinam acerca da unidade fundamental que há na igreja. Esta unidade é tanto dos cristãos, individualmente com o Senhor Jesus, como uns com os outros.

A unidade significa ter pensamentos comuns, andar junto, compartilhar os mesmos propósitos, sonhos e almejar os mesmos objetivos.

Sabemos que a unidade da igreja não está baseada, portanto, apenas em relacionamentos artificiais nem organizacionais. A unidade é fruto de propósitos estabelecidos em comum, planos que são fruto da caminhada proporcionada pela presença de Deus em nossos corações. Somos um no Senhor e nenhum crente possui absolutamente nada em que ele possa se gloriar.

A palavra de Deus é nossa grande fonte de valores e nela aprendemos exatamente como devemos viver. No livro de Romanos, no capítulo 15, temos claro de onde vem toda e qualquer possibilidade de vivermos unidos:  “O Deus que concede perseverança e ânimo dê a vocês um espírito de unidade, segundo Cristo Jesus, para que com um só coração e uma só voz vocês glorifiquem ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo”.

Em nossos encontros nos Pequenos Grupos vivenciamos e testemunhamos a comunhão dos membros através de um maior tempo de troca de experiências e com isso os novos participantes são integrados muito mais rápido, promovendo discipulado integral. Nada me alegra mais do que ouvir testemunhos de pessoas falando de quanto foram amadas por seu pequeno grupo. Fico feliz, pois creio que o amor é a forma genuína de se experimentar o cristianismo. Nos pequenos grupos temos a oportunidade de vivermos em unidade e amor.

A unidade que existe entre os cristãos é fruto da ação de Deus e não depende dos seres humanos para ser criada. Ela já existe! É nossa responsabilidade nos esforçar para preservar a unidade que o Espírito Santo de Deus nos concede.

ENDEREÇO

R. Amazonas de Souza

Azevedo, 134 Bacacheri,

82520-620, Curitiba - PR

 

Telefone: (41) 3363-0327

assine nossa newsletter