Por L. Roberto Silvado

Alexander Maclaren, escritor escocês de outra geração, conta a história de como venceu o temor.
Quando menino, ele trabalhava em Glasgow, a alguns quilômetros da vila em que vivia. Ele passava
a semana na cidade e voltava para casa nos sábados à noite. No caminho havia uma passagem que,
dizia a superstição local, era cheia de espíritos maus. Durante a primeira semana de trabalho, o
rapazinho não cessou de atormentar-se com a ideia de que sua caminhada de volta ao lar passava por
esse desfiladeiro. Esse medo antecipado assombrou todos os momentos que ele passou acordado
naquela semana.

Chegou a noite de sábado e ele não tinha alternativa a não ser tomar coragem e ir para casa. Ao
chegar à passagem, seu coração batia em disparada. Ele parou em pânico. Seus pés pareciam de
chumbo. De súbito, ouviu uma voz que o chamava de dentro da noite: “Alex, é seu pai. Eu vim para
atravessar o desfiladeiro com você.” Durante toda a vida, Maclaren jamais se esqueceu da coragem e
força que sentiu naquela noite quando o pai graciosamente atravessou com ele aquela garganta
horrorosa.

O Deus Eterno é o meu pastor: nada me faltará. Ele me faz descansar em pastos verdes e me
leva a águas tranquilas. O Eterno me dá novas forças e me guia no caminho certo, como ele
mesmo me prometeu. Ainda que eu ande por um vale escuro como a morte, não terei medo de
nada, pois tu, ó Deus Eterno, estás comigo; tu me proteges e me diriges. Preparas um
banquete para mim, onde os meus inimigos me podem ver. Tu me recebes como convidado de
honra e enches o meu copo até a boca. Eu sei que a tua bondade e o teu amor ficarão comigo
enquanto eu viver, e todos os dias da minha vida morarei na tua casa, ó Deus Eterno (Bíblia,
livro dos Salmos, capítulo 23).

Davi sentia a mesma coisa a respeito de Deus. O vale da sombra da morte já não lhe causava medo
porque o Pastor estava com ele. Davi conhecia o conforto que o pastor é para as ovelhas. Deus foi o
seu pastor por toda a sua vida. Os seus inimigos o ameaçaram durante toda a sua existência desde a
época em que era um pastorzinho até tornar-se o maior rei de Israel.

Quais são os bosques de preocupação temerosa para você? Qual é o vale da ameaça da sua morte ou
da sua ansiedade mortífera? Deus não faz pouco de nossos temores, Ele os compreende. Como o pai de Maclaren, Ele vem para caminhar conosco ao lar. Ele sabe o que existe no desfiladeiro ou no vale e deseja que tenhamos a certeza de que, se colocarmos nossa mão na Dele, podemos atravessar vitoriosamente.

Deus não faz pouco de nossos temores; Ele vem para atravessá-los conosco.